A essência de um levita

Como vocês sabem, os evangélicos têm o costume de falar um dialeto próprio, cheio de expressões estranhas para as outras pessoas. Uma dessas expressões é “levita”, normalmente usada para identificar os músicos e cantores das igrejas, as pessoas que ministram o louvor e a adoração cantada a Deus.
A origem do termo está lá na Lei de Moisés. Os levitas são os integrantes da tribo de Levi, descendentes do terceiro filho de Jacó. A tribo de Levi foi separada por Deus para trabalhar no tabernáculo e dirigir o povo de Israel no culto a Deus. Mas eles não eram apenas cantores…eram também porteiros, sacerdotes, professores, tesoureiros e até o de carregadores de objetos. Se fôssemos fazer justiça à analogia, não apenas os cantores, mas todas as pessoas que servem a Deus na igreja, do faxineiro ao pastor, da recepcionista ao tesoureiro, do técnico de som ao regente do coral…todas elas deveriam ser “levitas”. Não, digo mais: todos os verdadeiros filhos de Deus são levitas, porque todos nós somos sacerdotes de Cristo, e não apenas o pastor.
Mas, na verdade, ser levita é muito mais que apenas trabalhar na igreja e ser um sacerdote de Cristo. E é isso o que Moisés, o mais ilustre dos filhos de Levi, nos ensina na Palavra de Deus:
Vendo Moisés que o povo estava desenfreado, pois Arão o deixara à solta para vergonha no meio dos seus inimigos, pôs-se em pé à entrada do arraial e disse: Quem é do SENHOR venha até mim. Então, se ajuntaram a ele todos os filhos de Levi, aos quais disse: Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Cada um cinja a espada sobre o lado, passai e tornai a passar pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, cada um, a seu amigo, e cada um, a seu vizinho. E fizeram os filhos de Levi segundo a palavra de Moisés; e caíram do povo, naquele dia, uns três mil homens. Pois Moisés dissera: Consagrai-vos, hoje, ao SENHOR; cada um contra o seu filho e contra o seu irmão, para que ele vos conceda, hoje, bênção. (Êxodo 32:25-29)
De Levi disse: Dá, ó Deus, o teu Tumim e o teu Urim
para o homem, teu fidedigno, que tu provaste em Massá,
com quem contendeste nas águas de Meribá;

aquele que disse a seu pai e a sua mãe:

Nunca os vi;
e não conheceu a seus irmãos
e não estimou a seus filhos,
pois guardou a tua palavra
e observou a tua aliança.

Ensinou os teus juízos a Jacó
e a tua lei, a Israel;
ofereceu incenso às tuas narinas
e holocausto, sobre o teu altar.
Abençoa o seu poder, ó SENHOR,
e aceita a obra das suas mãos,
fere os lombos dos que se levantam contra ele
e o aborrecem,
para que nunca mais se levantem. (Deuteronômio 33:8-11)
Os levitas, no Antigo Testamento, são um tipo, um símbolo do ministério de Jesus como Servo e como Sacerdote. E podemos ver que segundo a Bíblia a essência do levita não está em seu ministério, mas sim em seu caráter.
Assuma publicamente o chamado de Deus
Para entendermos isso, precisamos voltar ao momento em que Deus decidiu separar a tribo de Levi para o serviço divino. E as circunstâncias não eram boas. Moisés havia subido ao monte Horebe para receber a Lei de Deus e as tábuas com os Dez Mandamentos. Esse processo durou quarenta dias, e os israelitas ficaram impacientes, achando que Moisés morreu. E por causa dessa impaciência, eles fizeram um bezerro de ouro e entregaram-se à idolatria. Enquanto o Deus vivo entregava a Lei, Israel preferia adorar uma estátua.
Mesmo com a chegada de Moisés, alguns idólatras continuavam. Aquilo precisava ter um fim. E aí Moisés pergunta: Quem é pelo Senhor? As tribos de Israel eram doze. Mas apenas uma respondeu ao apelo: a tribo de Levi. Enquanto os demais preferiam se esconder ou pecar, os levitas atenderam ao chamado de Deus.
Ser levita não é identificar-se com Deus apenas dentro da igreja, na hora de cantar músicas em uma posição de destaque diante dos fiéis, impressionando as gatinhas. Não é andar de terno em dia de domingo com Bíblia debaixo de braço. Ser levita é ouvir o chamado público de Deus e obedecer a este chamado, identificando-se com Deus enquanto os demais estão pecando ou se escondendo. Um sinal de coragem que é esperado de todos os discípulos de Jesus:
Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos. (Marcos 8:35)
Hoje muitos líderes se identificam como cristãos na igreja, mas se escondem quando vão para o meio de uma geração adúltera e pecadora. Eu mesmo, devo reconhecer, muitas vezes acabo tendo mais medo dos adúlteros e pecadores que de Cristo. Mas essa não é a atitude que deve estar nos discípulos de Jesus.
Quando o mundo diz ser favorável ao aborto, ao casamento homossexual e a ideia de que todos os caminhos levam a Deus, os levitas devem se erguer e ficar do lado do Senhor. Devem se separar dos demais e deixar claro que estão do lado de Deus. Não devem ter medo de serem identificados como aqueles que são pelo Senhor. Mesmo que isso signifique ficar sozinho no mundo…ou na igreja.
Ame a Deus mais do que a sua família
Mas, qual o objetivo de Deus em convocar os que são seus? O Senhor chama os Seus filhos para que santifiquem o Seu nome, colocando-se contra um mundo pecador. Sim, a Bíblia diz que Deus é amor. No entanto, ela também ensina que Ele é o Santo e quer que os homens deixem seus pecados e se arrependam.
Se o pecado é cometido atrevidamente, diante da presença santa de Deus e sem arrependimento, como era o caso da adoração ao bezerro de ouro, não há perdão para o pecador. Nessas situações, o castigo deve ser aplicado. E a justa penalidade para todos os pecados é a morte:
porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Romanos 6:23)
A idolatria de Israel foi cometida diante da glória de Deus. A santidade divina exigia que a justiça fosse aplicada imediatamente. E a ordem de Deus era a de que os idólatras deveriam morrer, ainda que fossem irmãos, amigos, vizinhos…ou filhos.
Sem dúvida alguma, esse foi o grande teste de caráter dos levitas. Obedecer a Deus seria ir contra as pessoas que eles mais amavam. A nossa reação natural seria a de recuar. Mas os levitas se foram, saíram pelo arraial e três mil pessoas caíram mortas. Eles cumpriram a ordem de Deus, mostrando que amaram mais o Senhor do que o próprio sangue.
Hoje não mostramos este amor pegando em armas e matando idólatras. Agora é a época da pregação, no futuro, Deus mesmo julgará os que não se arrependerem e os condenará ao inferno. Mas, mesmo assim, ainda temos diante de nós a mesma escolha dos levitas. Muitas vezes nós precisamos escolher entre agradar a Deus ou aos nossos parentes e amigos. E quem ensina isso é o próprio Jesus:
Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai; entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim. (Mateus 10:34-38)
Amar a Deus mais do que amamos a família não é uma exigência só para os levitas nos dias de Moisés: é uma exigência de Jesus para todos os Seus discípulos. Se nossos familiares querem nos proibir de cultuar a Deus ou ler a Bíblia, devemos desobedecê-los e servir ao Senhor. Se eles fizerem alguma chantagem emocional, nos acusando de condenarmos os nossos ancestrais ao inferno, devemos continuar do lado de Jesus. Se nos expulsarem de casa (como acontece em muitos países), nos deserdarem, baterem em nós, cortarem a mesada ou o sustento, nos excluírem de suas festas…devemos considerar que Jesus vale mais a pena do que tudo isso, mesmo que o preço seja abrir mão do amor do nosso próprio sangue.
O profeta Jeremias era levita e foi perseguido por seus familiares.
Quadro O Profeta Jeremias, de Michelângelo (1512).
Tenho percebido que muitas vezes as pessoas até se interessam pelo Evangelho, mas recuam quando percebem que a fé bíblica é diferente da fé dos parentes. Há quem ouça as promessas de salvação e prefira ir ao inferno com o resto da família do que ir para o céu com Jesus. E muitos evangélicos participam de cerimônias que são abomináveis aos olhos de Deus, como missas ou cerimônias em favor de mortos, porque receiam ir contra a família. Infelizmente pais chegam a se calar sobre o pecado dos filhos porque preferem ter paz com eles do que obedecer ao mandamento do Senhor.
Ser levita é um dever de todos nós
Talvez algum cristão leia este artigo e pense que exigências tão pesadas sejam apenas para os pastores e líderes. Os leigos, aqueles que não fazem nada na igreja, estes são livres de um compromisso tão alto. Lamento informar…mas Deus espera de todos os Seus filhos a mesma obediência que os levitas tiveram no deserto.
Levitas não são supercrentes. Pouco tempo antes, eles mesmos estavam se prostituindo, bebendo e adorando ao bezerro. Aliás, um levita fez o bezerro de ouro: Arão, que seria escolhido o sumo-sacerdote de Israel! A única coisa que os tornou diferentes é que eles se arrependeram, atenderam ao chamado de Deus, amaram ao Senhor mais do que a qualquer outra coisa e foram obedientes.
Segundo as Escrituras, no Antigo Testamento, o sacerdócio era um privilégio da tribo de Levi. Mas hoje esse privilégio e essa responsabilidade são de todos os cristãos:
Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia. (1 Pedro 2:9-10)
Que o Deus de Levi nos ajude hoje a sermos verdadeiros levitas, devotados ao nosso Senhor! A Ele, e somente a Ele, seja dada toda a glória!
Graça e paz do Senhor,
Helder Nozima
Barro nas mãos do Oleiro
Anúncios

5 thoughts on “A essência de um levita

  1. Prezado, Helder.

    Faço questão de te parabenizar por este excelente, esclarecedor e desafiante post: “A Essência de Um Levita”.
    Há muito tempo, eu mesmo desejava escrever algo sobre esse tema, mas dou graças a Deus por você ter escrito, pois tenho certeza que eu não teria escrito tão bem.
    Minha oração é para que O Senhor use este post para libertar da superficialidade espiritual, teológica e biblica, muitos irmãos que reduzem a muito pouco ou a quase nada “A Essência de Um Levita”, ao se arvorarem Levitas tão somente porque “cantam nas igrejas”.
    Um fraterno abraço, irmão!
    Em Cristo,

    Servo Cristão.

    Gostar

  2. Estudando a palavra, a passagem onde os filhos de Levi matam seus irmãos me chamou a atenção e tentava entender o que isso queria dizer. Então, busquei na internet algo sobre isso e encontrei este post maravilhoso que me abriu o entendimento. É muito gratificante saber que existem irmãos como vc que zelam pela palavra de Deus e buscam trazer a tona a verdade. Deus fala que muitos têm perecido por não conhecer as escrituras. Eu acrescento, que além de conhecer devemos praticá-la sem medo, sabendo que o Galardoador a seu tempo nos recompensará por nossa fidelidade. Deus te abençoe.
    Mirtes Suelen – Brasília/DF

    Gostar

  3. Estudando a palavra, a passagem onde os filhos de Levi matam seus irmãos me chamou a atenção e tentava entender o que isso queria dizer. Então, busquei na internet algo sobre isso e encontrei este post maravilhoso que me abriu o entendimento. É muito gratificante saber que existem irmãos como vc que zelam pela palavra de Deus e buscam trazer a tona a verdade. Deus fala que muitos têm perecido por não conhecer as escrituras. Eu acrescento, que além de conhecer devemos praticá-la sem medo, sabendo que o Galardoador a seu tempo nos recompensará por nossa fidelidade. Deus te abençoe.
    Mirtes Suelen – Brasília/DF

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s