Última resposta a Leandro Quadros – Parte V

A parte anterior da resposta está aqui.


Deus endurece corações?
A idéia de que Deus endurece os corações humanos é uma outra coisa que o professor Leandro não entende. Ao invés de refutar toda a minha base bíblica apresentada (Romanos 9, por exemplo), Quadros optou por ignorar o que eu disse e lançar um ataque. Vejamos o primeiro o que eu falei no post “Resposta ao Professor Leandro Quadros – “Na mira da verdade”:

6) Sobre os versículos de escolha, como Jeremias 21:8, lembro que às vezes Deus manda sim que a Palavra seja pregada a pessoas que não ouvirão. Ou melhor, Deus manda pregar para endurecer corações. Já leste Isaías 6:8-10? “Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim. Então, disse ele: Vai e dize a este povo: Ouvi, ouvi e não entendais; vede, vede, mas não percebais. Torna insensível o coração deste povo, endurece-lhe os ouvidos e fecha-lhe os olhos, para que não venha ele a ver com os olhos, a ouvir com os ouvidos e a entender com o coração, e se converta, e seja salvo.” O versículo é citado em Marcos 4:11-12 com a clara idéia de que Jesus pregava por parábolas para que algumas pessoas não fossem salvas: “Ele lhes respondeu: A vós outros é dado conhecer o mistério do reino, mas, aos de fora, tudo se ensina por meio de parábolas, para que, vendo, vejam e não percebam, ouçam e não entendam, para que não venham a converter-se, e haja perdão para eles”.

7) Logo, simplesmente apelar para versículos do tipo Jeremias 21:8, de escolher o caminho, não prova nada, pois os versículos acima mostram que o profeta Isaías e Jesus Cristo tiveram que pregar de modo que as pessoas não se convertessem. O sentido dessas pregações é o de aumentar a culpa dos ouvintes e aumentar a glória de Deus, por ter alertado até os que se perdem. Essa afirmação pode ser deduzida de Romanos 9:22, quando Paulo dá razões pelas quais Deus predestina algumas pessoas para a perdição: “Que diremos, pois, se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de ira, preparados para a perdição, a fim de que também desse a conhecer as riquezas de sua glória em vasos de misericórdia, que para glória preparou de antemão, os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?” (Romanos 9:22-24) (Helder Nozima)

A resposta do professor no artigo “48 textos bíblicos contra 12 descontextualizados” foi:

Como Cristo iria pregar para alguns “endurecerem o coração” se a Bíblia diz que a fé “vem pelo ouvir a Palavra de Deus? (Romanos 10:9). Como o Salvador pregaria para alguns se perderem se a Bíblia é tão poderosa que chega a ser comparada em Hebreus 4:12 a uma espadada de dois gumes que penetra no íntimo do ser?

Se o senhor contextualizasse Isaías 6:8-10 e Marcos 4:11, 12, não teria dito tamanha barbaridade. Bastaria ler Mateus 13:15 e chegaria à conclusão de que o endurecimento do coração não vem de Deus e nem da Bíblia (Livro transformador), mas, da própria pessoa. Quanto mais um incrédulo (que não quer se arrepender) houve da Bíblia, mais duro ele fica. O problema não reside na Divindade, mas, no indivíduo, no “vaso” que recebe o Espírito. Vou transcrever o texto. Atente para os grifos:

“Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados.” Mateus 13:15.

DE MAU GRADO o povo endureceu o coração, fechou os ouvidos e os olhos. Não foi Deus quem o fez. E, no mesmo verso é dito que Deus gostaria que eles se convertessem e fossem curados por Ele.

Relembro que tal texto é paralelo a Isaías 6:9, 10…(Leandro Quadros)

Será que Deus não endurece mesmo os corações? O que dizer, então, de Êxodo 7:3?

Eu, porém, endurecerei o coração de Faraó e multiplicarei na terra do Egito os meus sinais e as minhas maravilhas. (Êxodo 7:3)

Será um lapso de Moisés, teria ele escrito errado o que o Senhor o disse? Creio que não. Até a quinta praga, de fato, a Bíblia diz que o Faraó endureceu o seu próprio coração. Mas, a partir da sexta praga, começamos a ler:

Porém o SENHOR endureceu o coração de Faraó, e este não os ouviu, como o SENHOR tinha dito a Moisés. (Êxodo 9:12)

O SENHOR, porém, endureceu o coração de Faraó, e este não deixou ir os filhos de Israel. (Êxodo 10:20)

O SENHOR, porém, endureceu o coração de Faraó, e este não quis deixá-los ir. (Êxodo 10:27)

Moisés e Arão fizeram todas essas maravilhas perante Faraó; mas o SENHOR endureceu o coração de Faraó, que não permitiu saíssem da sua terra os filhos de Israel. (Êxodo 11:10)

Porque o SENHOR endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse os filhos de Israel; porém os filhos de Israel saíram afoitamente. (Êxodo 14:8)

Nossa, professor, quantos versículos não? Todos dizendo claramente que Deus endureceu o coração de Faraó! Mas, talvez o senhor queira dizer que Faraó é uma exceção. Ora, não seja por isso! Eis que Deus endurece o coração de todo o Egito para acompanharem o seu rei endurecido:

Eis que endurecerei o coração dos egípcios, para que vos sigam e entrem nele; serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavalarianos… (Êxodo 14:17)

Eu é que pergunto, professor. À luz dos textos acima, como pode o senhor afirmar, tão confiantemente que eu “chegaria à conclusão de que o endurecimento do coração não vem de Deus e nem da Bíblia (Livro transformador), mas, da própria pessoa.”?

Mas ainda é preciso responder às indagações do professor: “Como Cristo iria pregar para alguns “endurecerem o coração” se a Bíblia diz que a fé “vem pelo ouvir a Palavra de Deus? (Romanos 10:9). Como o Salvador pregaria para alguns se perderem se a Bíblia é tão poderosa que chega a ser comparada em Hebreus 4:12 a uma espadada de dois gumes que penetra no íntimo do ser?”

Em primeiro lugar, a fé vem sim pelo ouvir a Palavra de Deus. Concordo. Agora, Romanos 10:9 não diz que Deus não endurece corações. O professor erra muito por querer por nos versículos coisas que eles não dizem. Eu mostrei, claramente, que Deus endurece sim corações, e ainda não usei o último versículo sobre este assunto. Tampouco diz que todos os que ouvem crêem, ou algo assim. Portanto, pergunto, para quê citar o versículo?

A mesma coisa de Hebreus 4:12. Sim a Bíblia é comparada a uma espada (espadada, acho que só na Bíblia do professor) de dois gumes, e penetra sim até o mais profundo do ser. Mas, de novo, onde está escrito lá que Deus não endurece corações? Como o professor infere isso?

Creio que o professor não aceite o que está escrito e acabe criando contradições bíblicas. O professor diz que Deus não endurece corações, que as pessoas é que endurecem. Tudo bem, concordo que as pessoas se endureçam. Reconheço que, em Mateus 13:15 o povo ouviu de mau grado.

Mas não posso fechar os olhos para tantos versículos onde se fala de um Deus que endurece os corações. Ainda mais quando leio na Bíblia que Deus pode sim dar olhos para ver e ouvidos para ouvir…e, simplesmente, recusar-se a fazer isso: como está escrito:

Deus lhes deu espírito de entorpecimento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até ao dia de hoje. E diz Davi: Torne-se-lhes a mesa em laço e armadilha, em tropeço e punição; escureçam-se-lhes os olhos, para que não vejam, e fiquem para sempre encurvadas as suas costas. (Romanos 11:8-10)

Porque o SENHOR derramou sobre vós espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, que são os profetas, e vendou a vossa cabeça, que são os videntes. (Isaías 29:10)

Veja só, professor, o apóstolo Paulo explica que os judeus não se convertiam porque Deus deu a eles:

– Um espírito de entorpecimento;
– Olhos que não veem;
– Ouvidos que não ouvem.

Baseando-se nisso no profeta Isaías. Explique-me, então, como é possível Deus não fazer o que está escrito na Bíblia que Ele faz? Talvez o senhor tenha uma Bíblia diferente da minha, superior, onde está escrito o contrário do que está na minha. Se este é o caso, por favor, disponibilize essa nova revelação, para que não cometa erros primários nem o acuse mais de por “na boca da Bíblia” aquilo que ela não diz.

Fecho, com mais um versículo que gostaria que o senhor me explicasse, interpretando-o para dizer que Deus não endurece corações:

Logo, tem ele misericórdia de quem quer e também endurece a quem lhe apraz. (Romanos 9:18)

Louvado seja Deus, que tem pleno poder sobre todos os corações humanos! Exaltado seja o Deus Único, porque meus olhos e ouvidos só podem ver e ouvir, se, e somente se, Ele assim o desejar! Soli Deo Gloria!

No mais, calma, professor. Ainda há muitos posts no forno…

Leia aqui o próximo post.

Anúncios

8 thoughts on “Última resposta a Leandro Quadros – Parte V

  1. Caro Helder,

    Continue nessa luta! Que Deus desbarate esses falsos mestres, que ensinam errado o Povo de Deus!

    Que Ele te dê mais sabedoria a cada dia. Sua postagem é simples, direta e limpa, fácil de entender e (o mais importante), é FIEL ao que a Bíblia DIZ.
    TODOS dizem “Eu sou biblico” quando, na verdade, é apenas “textual”. Ser Bíblico é pregar a Bíblia COMO UM TODO e, o mais dicicil de tudo, é ACEITAR o que Ela diz, mesmo sendo DURO!

    Parabens.

    Que Deus te abençoe.

    Gostar

  2. Paz Helder,

    Reintero o que disse no post anterior e acrescento um comentário acerca da “refutação” dada pelo ilustre professor Leandro (Cheung me daria uma bifa por causa deste tratamento cortêz).

    Ao citar e interpretar Mc 4:11-12 baseado em Mateus 13:15, o prof. comete alguns erros simples, mas que poderiam ser evitados com um pouco de honestidade para com o texto, pois ele teria que interpretar toda a perícope de Mateus 13:10-17, e só então fazer uma aplicação paralela ao texto de Marcos 4.

    1º porque eles (os ouvintes) não “endureceram de mau-grado o coração”, eles ouviram de mau-grado porque seus corações já estavam endurecidos.

    2º Jesus claramente faz uma dicotomia entre “eles” e “vós” (v.11), mostrando que algumas pessoas eram tratadas de forma diferente, não porque de bom-grado “amoleceram” o coração, mas a idéia que Jesus deseja passar era a de um povo diferente, um tipo de solo diferente, propício ao crescimento da semente e consequente produção de frutos.

    Ednaldo.

    Gostar

  3. Helder,

    Faço minhas as palavras do Neto acima. Seu texto está mais do que claro, e o mais importante de tudo, vazado em sólida exegese bíblica. De onde o “professor” tirará argumentos pra te derrubar eu não sei. Só sei de uma coisa: oro a Deus para que o professor e seus pupilos digam o que disse o cego Bartimeu: “só sei que eu era cego, e agora vejo” (Jo 9.25). A não ser que Deus também tenha endurecido o coração (e cegado os olhos) deles.

    Continue firme nessa “infinita highway”, meu caro!

    Abraços!

    Gostar

  4. Berserk mode on!

    “…exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos.” (Judas 3b)

    Tá na fúria o Japa!
    Meu caro, seus argumentos estão sólidos como A Rocha, graças a Deus! Parabéns por estar levando a sério essa parte da bíblia!

    Uma coisa só que não entendo é como os arminianos não levam em conta a onipotência de Deus e não conseguem aceitar muito bem que Deus é capaz de fazer TUDO, até mesmo de controlar quem é capaz de ir até Ele ou não…
    Às vezes prefiro me consolar em saber que foi Deus quem me chamou antes, quem me amou antes para poder ir até Ele do que me convencer que eu quem tive capacidade de chegar perto do Todo Poderoso. Indigno sou de ser chamado por Ele, imagino então de me chegar mais ou menos:
    “Tudo bem, por minha vontade e sem interferência sua, EEEU estou lhe escolhendo, ok?”…

    Gostaria de ver algum post ou referência diretamente postada pelo sr. Quadros nesse blog, e vejo que a batalha está boa! =D

    Gostar

  5. Ola Helder,

    por mais que muitos(eu tambem) tenha uma outra explicação para os versos de exodo na qual diz que “Deus endureceu” o coração do faraó este artigo acima foi muito bom, acredito que o debate crescerá em conteudo e conhecimento…

    Fique com Deus,

    Walans de Souza

    Gostar

  6. Helder,

    Tem certas coisas que facilita apenas concordarmos com a Bíblia.

    – Ela diz que Faraó endureceu o próprio coração, e cremos nisso.

    – Ela diz que Deus endureceu o coração de Faraó, e também cremos nisso.

    Ou seja, o calvinismo aceita tudo o que a Bíblia diz a respeito do endurecimento de Faraó, não vendo contradição ali. Os arminianos e afins (já que a tese de Leandro Quadros faria Armínio empolar) criam dificuldades sem necessidade, ao querer negar uma parte da Escritura para sustentar a outra.

    Por isso que calvinistas não sofrem do fígado… sua vida é mais simples.

    Em Cristo,

    Clóvis
    Editor do 5Solas

    Gostar

  7. rsrsr
    Clóvis, essa de sofrer do fígado foi boa! De fato, submetemo-nos a Deus e Sua autorevelação. Simples assim!
    Ednaldo, você Chamou a atenção para uma aspecto importante da hermenêutica leandrina. Infelizmente, a péssima hermenêutica daquelas plagas é patente não só em relação aos textos inspirados, mas mesmo aos textos ordinários…
    Neto, não sei como você ainda tem paciência lá pelas bandas do CS!
    Helder, não há muito o que dizer… Como disse em outro lugar, se lógica e Bíblia não os convencem, que fazer? Mas sua afirmação da Verdade, independente do assentimento alheio, é obviamente necessária!
    Glórias ao Eterno Deus por ter-se revelado e por abrir-nos os olhos para ver e os ouvidos para ouvir!
    NEle,
    Roberto

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s