Consolo nas pequenas coisas

Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda. (Salmo 139:16)

Engana-se quem pensa que só os grandes desastres da vida abalam os seres humanos. Muitas vezes, são os pequenos incidentes que acabam com nosso dia, destróem o nosso humor e nos lançam em uma tristeza de matar. Pelo menos é o que acontece comigo.

E uma combinação de chuva em Brasília (brasiliense não sabe dirigir em chuva) mais um atraso na hora de sair de casa mais caminho diferente (uma tentativa de cortar caminho) é igual a…batida de carro. Mais uma para a minha já inumerável série de pequenos acidentes automobilísticos, que vão desde arranhar a pintura do carro na porta da garagem de casa (logo quando tirei a carteira) até várias pequenas batidas em semáforos, balões, cruzamentos e congestionamentos. E, mais uma vez, a culpa era minha. Detalhe: o meu carro não tem nem um mês de compra. E, louvado seja Deus: sem vítimas.

Está certo que tinha mais outras 2 batidas na mesma reta e que a minha batida foi porque o motorista da frente freou para não se envolver em um acidente que tinha acabado de acontecer e eu não vi. Mas, ver outros 5 motoristas esperando guincho não é exatamente um consolo nesses momentos.

Graças a Deus eu tenho um seguro. Mas, mesmo assim, os aborrecimentos: esperar o guincho, ir à delegacia registrar a ocorrência, avisar a seguradora, fotocopiar a documentação exigida, levá-la a concessionária…roubaram a minha manhã. Agora estou esperando o transporte da concessionária para o trabalho…e me perguntando como vou ficar de 12 a 18 dias úteis sem carro. Em Brasília, quando sua noiva mora a uns 20 quilômetros, o trabalho fica a uns 18 e a igreja a uns 7 (na direção oposta das outras atividades), isso é particularmente chato. Alie isso a um temperamento resmungão, que se entristece com facilidade…

Mas, é nessas horas que o calvinismo me segura e me consola. Ora, a Bíblia ensina que sirvo a um Deus Soberano, que predeterminou todos os eventos que acontecem. Todos os meus dias foram escritos e determinados antes mesmo que o tempo surgisse. E até mesmo as batidas de carro estão neste script.

Posso não entender, mas esse acidente estava nos planos de Deus e contribui para a glória d’Ele:

nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo… (Efésios 1:11-12)

Em Sua bondade, Deus fará com que a batida contribua para o meu bem:

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28)

Lembro-me nessas horas que não posso reclamar. Como pecador, merecia o inferno. A graça de Jesus me alcançou, mas as tribulações e sofrimentos ainda me seguirão. E creio que mesmo aborrecimentos pequenos como esse são usados por Deus para tratar o meu caráter:

E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. (Romanos 5:3-4)

Não é porque bati que vou desistir de dirigir, é preciso perseverar. Andar de ônibus, pagar a franquia do seguro…tudo isso pode me ajudar a aprender várias coisas:

1. Acorde mais cedo e seja mais pontual. Não tente compensar atrasos no volante.
2. Seja mais concentrado na direção e fique um pouco mais longe do carro da frente, especialmente em dias chuvosos.
3. Não tente ir por caminhos novos quando estiver atrasado.
4. Não se apegue a bens materiais, como carro novo. Tudo isso pode se perder em segundos.
5. A disciplina dos horários no ônibus pode me ajudar a ser mais pontual.
6. Ver menos a minha noiva me fará valorizá-la ainda mais quando eu puder dirigir para vê-la de novo.
7. Deus continua no controle, mesmo nas pequenas coisas, usando até os meus erros, para a glória d’Ele e para o meu bem.
8. Como pecador que sou, devo ficar feliz. Bater o carro sem vítima é muito mais leve do que perder a vida no inferno.

Ah, detalhe: o outro motorista é um evangélico afastado do caminho do Senhor. Se você leu esse post, ore por ele.

E ore por mim, se quiserem e se lembrarem. Sou um péssimo aluno, que reluta em aprender certas lições. Que Deus tenha misericórdia de mim.

E, louvado seja Deus…porque as doutrinas da graça (vulgarmente chamadas de calvinismo) têm sim um reflexo prático no meu dia-a-dia e no dia-a-dia de quem entendeu a Bíblia.

Anúncios

4 thoughts on “Consolo nas pequenas coisas

  1. É, meu amigo. Realmente precisamos de consolo bíblico e saudável e somente nessas horas vemos o peso da doutrina que professamos.

    Fico feliz em ver você refletir a glória de Deus em todas as coisas, inclusive as ruins.

    Continue firme em seu propósito de glorificar a Deus, dentro do ônibus e debaixo de chuva.

    Um abraço.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s