Confissões do blogueiro

Olá, leitores do Reforma e Carisma,

Gostaria de pedir desculpas pela demora nos posts e também nos comentários. Sei que um blogueiro deveria ser atento com os seus leitores (ainda mais quando eles não são muitos) e até por ser jornalista sei que o meu débito com vocês é enorme.

Estou passando por um momento que é ao mesmo tempo promissor e difícil na vida. Estou indo para um novo emprego secular e colhendo vitórias pessoais em outras áreas. Mas, por outro lado, sou um pastor que está sem igreja e desanimado em relação ao ministério pastoral. Sendo bem sincero, não sou o perfil que o sistema atual deseja. Tradicional demais pra uns, renovado para outros, sério demais com umas coisas e frouxo em relação a outras, e uma preocupação mínima se minhas idéias ou ações agradam ou não às pessoas, contanto que minha consciência diga que estou dentro da vontade de Deus.

Além disso, há aquelas dificuldades na luta contra o pecado que, imagino, todos nós enfrentamos. Pergunto-me sempre porque Deus me escolheu e colocou o desejo do ministério pastoral, quando há tantos defeitos que me fazem até duvidar da vocação. A própria publicação desse post (um erro para alguns) já mostra isso. Há a luta contra pecados específicos, contra aquelas trevas interiores que todos nós temos, mas que poucos conseguem vencer ou mesmo falar a respeito. Sobre as minhas trevas, o que posso dizer aqui é que tem sido difícil conviver com elas e vencê-las, e isso aliado a uma série de outras razões, tem me deixado triste e desmotivado, quase que fazendo apenas o que os dias exigem de mim, e nada mais. Daí a demora em postar e responder aos comentários, ou em fazer outras coisas que sei que deveria fazer.

Nem sempre os pastores podem contar com amigos. O receio de que os seus segredos sejam usados contra você é 100% justificado em minha experiência pastoral curtíssima, de menos de 2 anos. Mas escrevo porque acho que devo uma satisfação aos meus poucos leitores habituais e que até pedem que eu escreva alguma coisa aqui no Reforma e Carisma.

Entendo que dividir isso pode ajudar alguém também. Numa sociedade que supervaloriza os pastores, deve ser confortante saber que eles também enfrentam lutas, tristezas e pecados, assim como qualquer outro. E fica aqui o pedido que você também ore pelo pastor da sua igreja e seja amigo dele, especialmente se ele tem andado triste ou apagado. Os pastores têm as mesmas lutas que os outros, e precisam de ajuda, apoio e oração, como qualquer outra pessoa.

O desafio mais difícil para reformar a Igreja, com os carismas do Espírito Santo, está exatamente em começar pela própria vida. Sinto-me ainda muito distante desse alvo e espero encontrar ajuda para viver “Reforma e Carisma” no meu dia-a-dia pessoal. Quem sabe assim, um dia não vou ver realizado o meu sonho de ver uma igreja reformada e carismática, brilhando na face da Terra?

Minhas desculpas.

Graça e paz do Senhor,

Helder Nozima
Barro nas mãos do Oleiro

Anúncios

3 thoughts on “Confissões do blogueiro

  1. Caríssimo Helder,

    Embora em contexto bem diverso, passo por uma situação semelhante. Compartilho de suas angústias e também da esperança que sempre permanece.
    Identifiquei-me até com a “preocupação mínima se minhas idéias ou ações agradam ou não às pessoas, contanto que minha consciência diga que estou dentro da vontade de Deus”. Sei bem em que isto implica!

    Mas veja, você não foi chamado sozinho. Nós não estamos sozinhos. Sei que o jargão não consola, mas podemos confiar nAquele que nos chamou. Pois Ele mesmo é o Consolador!

    No amor do Senhor,
    Roberto

    PS: Valeu pela resposta no outro post. Ainda mantemos uma pequena e salutar discordância, mas concordamos essencialmente.

    Gostar

  2. Oi, Roberto,

    Obrigado pelas palavras. É bom saber que não estamos sozinhos. 🙂

    Sobre o batismo, concordamos na essência…mas pra concordância ser total, acho que só se um dos dois virar a casaca mesmo, rs.

    Abs,

    Helder.

    Gostar

  3. Se lembre daquilo que você me falou semana passada:
    “Se você não está conseguindo ir em frente, peça a Deus para continuar indo em frente, para que ele te empurre mesmo!”
    Força cara, você estava indo muito bem, continue com os fatos à “sua frente” e continue postando cara! ^^
    Espero ansiosamente por seus próximos posts, inclusive sobre aqueles assuntos sugeridos!
    Abração meu caro, e lembre-se, assim como você tem um Pai que te ama, tem irmãos que também te amam… =)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s